Não resista ao que está vivendo neste momento

Aceite a sua situação para que ela passe. Você se colocou nela, entenda isso, aceite isso e assim tudo poderá melhorar. Aquilo que você resiste persiste! (lamentação, auto-piedade etc..).

Aceite que você precisa desta situação em sua vida hoje e assim sinta-se grato pela experiência que está vivendo! Mais entenda que ela pode passar quando decidir seguir.

Fazendo assim a situação vai ficar mais fácil, verá tudo mais claramente, e sentirá paz. Esses novos sentimentos trarão novas e melhores situações para sua vida.


Cristina Longhi - Comunicadora da Rádio Mundial


Aprender a recomeçar..tarefa dura, mas essencial.

 Mover é necessário. Seguir é essencial..


Que tal recomeçar? Ou melhor, que tal a partir de hoje seguir de forma diferente?

Convido você a fazer isso comigo, que tal?
Algumas pessoas me perguntaram nestes dois últimos dias o que aconteceu e o que tenho a dizer é que as coisas ficaram claras. A verdade doí mas ela é necessária para evoluirmos né. (pessoas que me viram estes dias, pois tem coisas que não dá para disfarçar né, estou mais quieta..).
Na ilusão ficamos paralisados e sofrendo. Na verdade podemos decidir seguir. Eu seguirei. Vamos?
Eu decido deixar a tristeza passar, mesmo que demore mais alguns dias. Ela é bem vinda por enquanto, não vou fingir que ela não existe. Ela vai passar, não vai ficar. Enquanto isso eu prefiro me lembrar de algumas coisas que aprendi ao longo da minha vida e que acho muito útil. Vou dividir com vocês.
Nossa vida externa reflete o nosso interior. Isso é inquestionável. Ontem me dei conta de que meu interior não está refletindo o que desejo (num determinado assunto), e sim estava refletindo o medo, o não merecimento, as dificuldades etc. Lembrem-se que atraímos tudo nesta vida, e se algo não está bom precisamos mudar nosso interior. 
Por acaso 4 clientes vieram me contar sobre as mesmas coisas e sentimentos que aconteceu com eles (o encontro com a verdade que não queríamos ver). Então me perguntei onde estava o erro e a resposta veio: Na gente mesmo, no interior.
Então o convite que faço a você é que cuide de si mesmo. Pare e reflita se o que tem aceitado na sua vida está te fazendo bem. Pare de insistir com o que não vale a pena. Uma dessas clientes disse sobre a  cegueira do outro e eu disse que a cegueira é do outro, mas que ela se torna nossa a medida que temos a pretensão de muda-la. Deixamos então o que não é nosso com o outro. Inclusive com muito respeito, pois o tempo de cada um é diferente. Não existe certo e errado. O que acontece é que algumas vezes algumas pessoas preferem ficar na ilusão e sofrer. O desconhecido é um mistério. E tudo que é novo é desconhecido. Portando para alguns ficar no "velho" é mais confortável porque é conhecido ao invés de tentar o novo que é desconhecido. 
Eu decido dar valor a mim mesma, do meu jeito. Eu decido fazer tudo mudar. Mesmo que para isso tudo tenha que literalmente mudar na minha vida. 
Eu falo sempre lá nos meus programas na rádio que quando fazemos sempre tudo do mesmo jeito tudo continua no lugar e que para mudar  algo precisamos fazer diferente. Portanto aqui vou eu. Não sei onde isso vai dar, mas sei que minha alma precisa disso. 
Não sei para onde eu vou porque não tenho a pretensão de controlar nada, mas decido tomar o primeiro passo agora. Convido você a fazer o mesmo. Numa atitude corajosa..rs

Com carinho, Cristina Longhi - Comunicadora da Rádio Mundial.


Escolha de verdade!


Quando você faz uma escolha é necessário "esquecer" que você um dia pensou em outras alternativas. Pois se você ficar pensando no que pode ter perdido, dificilmente conseguirá usufluir do que que escolheu..

Se jogue! Viva!
Pensem nisso!

Cristina Longhi Comunicadora da Rádio Mundial




Não finja que seu passado nunca existiu..


Não apague o seu passado da sua memória! Não finja que seu passado nunca existiu..
Você é o que é hoje por causa do seu passado, das pessoas que passarm por ele. Você hoje é mais forte, mais esperto e sabe mais por causa do seu passado.
Mantenha o seu passado como uma bonita experiência em seu coração. Mesmo que esta experiência tenha se tornado dolorida em algum momento, entenda que com ela crescemos e hoje somos mais!
Portanto, agradeça por seu passado, você é o que é hoje por causa dele!
Pare de negar e então poderá finalmente passar de "ano" e ir além!

Cristina Longhi - Comunicadora da Rádio Mundial


Como?

O importante é que você descubra uma forma agora e logo de como viver o que você não está conseguindo viver...

Cristina Longhi -- Comunicadora da Rádio Mundial



MACHU PICCHU com Cristina Longhi


23 A 28 DE OUTUBRO DE 2016


Machu Picchu é tudo de bom e muito mais!!!



Vamos?

Vejam as informações no link abaixo:


http://www.newmon.com.br/jornadanoperu.htm



Você etiquetou o seu filho?

TDAH; Hiperatividade, dislexia..

Um dia falaram algo do seu filho, fizeram um diagnóstico e você passou a viver este "diagnóstico" ? Depois daquele dia seu filho passou a ter algo, a ser algo..

Cuidado com isso mães e pais. Entenda que seu filho talvez seja um pouco diferente, talvez ele exija mais atenção, mais isso não significa que por ele agir diferente do "aceitável" ele seja ou tenha um problema.

Cuidado com a etiqueta. Quando você passa a dizer que seu filho "têm" algo ele passará a viver este papel. Sendo que em muitos dos casos ele somente precisa ser observado de forma diferente. Muitas crianças precisam de estímulos diferentes para aprender. Já pensou se todos fossemos iguais?

Não estou dizendo que crianças com estes diagnóticos não existam, mas sim que a maioria desses diagnósticos é mal interpretado. A partir do momento que eu aceito um problema eu passo a viver ele. E uma criança que entende que têm um problema cresce sem nenhuma auto estima e então você terá um problema de verdade.

Recebo muitos casos de crianças que na verdade só precisam de orientação para que os adultos lidem bem com elas. Na maioria dos casos são crianças fofas e sensíveis e que somente têm dificuldades de se adaptarem ao que está sendo imposto pela escola, pela sociedade. Aprender a entender o seu filho faz parte do processo. Aprender à alimentar ele com a educação adequada para o caso dele também faz parte do processo.

Portando, busquem orientação, estudem, observem suas crianças. Na maioria dos casos é tudo muito simples de resolver, desde que você esteja disposto a querer olhar, entender e a fazer pequenas mudanças. Não devemos entregar este papel com os nossos filhos à escola etc. Devemos entender que cabe a nós observar o que cada um precisa e que caminho devemos seguir.
Fica a dica mamães e papais!

Cristina Longhi - Comunicadora da Rádio Mundial.

Na foto um avaliador fala: Subam na árvore sem entender que cada um é de um jeito, cada um tem uma necessidade. Sem entender que somos diferentes e nem tudo serve para todos!