Hipnose com Crianças - Terapia rápida para os pequenos

O Uso de Hipnose com Crianças.

A Hipnose é uma das técnicas mais úteis no trabalho com crianças porque a criança possui uma grande capacidade de imaginar e  isso facilita muito o processo terapêutico.

Em uma sessão de hipnose com  a criança é possível que ela mude a forma de se sentir em relação a várias dificuldades que ela esteja passando como dificuldades na escola ou com os amiguinhos, sentimentos no geral, medos, dificuldades, doenças etc.

A criança aprenderá através da imaginação e da sugestão hipnótica a utilizar ferramentas que vão fazer com que ela construa uma nova realidade.

Cristina Longhi - Terapeuta especializada em Visualização Criativa, Hipnose, PNL e Regressão com crianças.






Estou com depressão? Quais os principais sinais que indicam a depressão?

Sentimento de desamparo e desesperança – Existe uma sombria perspectiva sobre a vida. Nada ficará melhor, independente do que seja feito, nada irá melhorar a situação da pessoa depressiva.
Perda de interesse em atividades diárias – Não há mais interesse nas coisas que gostava antes, passatempos, atividades sociais, sexo, mesmo as coisas que mais agradava. Perde-se a capacidade de sentir alegria ou prazer nas atividades.
Alterações de apetite ou peso – A pessoa depressiva pode sofrer mudanças no seu apetite, assim como perda ou aumento significativo de peso, que pode variar mais de 5% do peso corporal por mês.
Alterações no sono – Insônia, especialmente acordar nas primeiras horas da manhã, ou dormir demais (hipersonia)
Irritabilidade – A depressão faz com que a pessoa sinta-se agitada, inquieta e até mesmo violenta. Seu nível de tolerância é baixo.
Perda de energia – Sentimento de cansaço, lento. Todo o corpo parece estar pesado, e até mesmo pequenas tarefas levam ao cansaço e demoram para serem concluídas.
Auto-aversão – Sentimento de inutilidade ou culpa. Faz duras auto críticas por falhas percebidas ou erros.
Comportamento imprudente – Envolvimento em comportamento escapista, como abuso de drogas, jogo de azar, direção agressiva ou esportes radicais.
Problemas de concentração – Dificuldades para se concentrar, tomar decisões ou lembrar das coisas.

Dores inexplicáveis – Aumento de queixas físicas como dores de cabeça, dores nas costas, musculares e de estômago.



Bloqueio da prosperidade - Constelação Familiar



 Falta de dinheiro? O que significa pela visão sistêmica?


O dinheiro deve ser empregado a serviço da vida, pois o dinheiro é uma imagem da vida e quem desrespeita o dinheiro desrespeita a vida. O dinheiro é sempre representado nas Constelações por uma mulher – por quê? Porque o dinheiro é fértil.
O sucesso dos negócios e na profissão vem com a bênção da mãe. Sem isso só há fracassos, pois o dinheiro tem a imagem da mãe; quem rejeita a mãe permanece pobre.
A mulher segue o marido e o homem serve ao feminino; nas organizações quando a mulher organiza e o homem segue, dá errado. Um genro que usa o dinheiro do sogro em geral leva o negócio à falência. O homem que vai morar na casa dos pais da mulher em geral leva o relacionamento ao fracasso. Pois é.
O dinheiro é adquirido através de algo que fazemos; dinheiro vindo pelo nosso empenho nos faz feliz e serve a vida, mas, como a vida, o dinheiro quer ser gasto a serviço da vida. O dinheiro herdado não foi por empenho ou trabalho - por isso acontecem falências. É mais fácil de gastar.
Por isso despedir-se do campo da pobreza e movimentar-se em direção ao campo da riqueza é uma conquista espiritual.

Referência: Bert Hellinger, “O amor do espírito” Editora Atman


Problemas com ALCOOLISMO ou DROGAS - Constelação Familiar


Esse é um assunto que tem a ver com as mulheres; O que falta ao filho ou filha? Algo falta = o pai.
Pergunte-se: o que leva o homem ao bar? Hellinger aconselha a terapeutas que quando quiserem ajudar um alcoólico ou drogado acolha o pai do cliente no seu coração. A solução, nas constelações, é que o pai seja trazido de volta respeitado e considerado – mesmo bandido – não há julgamento. Um homem que tem a rejeição e desprezo de sua mulher. ... Será que uma mulher (terapeuta) pode ajudar um alcoólico? Onde o pai é desprezado pela mulher aí a criança é levada para o vício.

Referência: Bert Hellinger, “O amor do espírito” Editora Atman



Bipolaridade na Visão Sistêmica



Para Bert Hellinger o  distúrbio bipolar é uma doença sistêmica ou seja, encontra-se no campo familiar do paciente.O bipolar identifica-se com alguma caso muito grave de assassinato,morte, tragédia acontecidos em sua família. A questão é que o Bipolar identifica-se  tanto com a vítima  quanto com o agressor. Adota os sentimentos tanto do inocente como do agressor  e ambos ficam conectados em seu ser.Apesar das duas consciências estarem conectadas não significa que elas estão conciliadas. É daí que surge o conflito, e  este conflito fica "vibrando" com duas consciências opostas, que não são suas.Então passam a ser 3 consciência em uma única pessoa. É difícil uma pessoa suportar essas  consciências, e quem chega a esse limite, podemos considerar "trifásico". São os casos mais graves de bipolaridades. Num dos polos ou das fases há uma tendência ao suicida, que as constelações podem auxiliar, desde que o cliente se entregue e queira se curar.

Referência: Bert Hellinger, “O amor do espírito” Editora Atman