Como mudar algo quase instantaneamente?

Temos ou não o poder de fazer mudanças em nossas vidas? Afinal quem está no controle? Essa é uma pergunta muito interessante e tem relação com o poder que podemos ter sobre os fatos externos.

Podemos sim mudar uma situação quando entendemos que temos o poder para isso. Não falo de um poder mágico e sim de um poder consciente. Quando sabemos como algo funciona temos mais capacidade de utilizá-lo melhor, certo? Imagine um celular cheio de funções. Se você ler o manual terá muito mais facilidade do que as pessoas que não leram, e utilizará muito mais funções. Nossa vida também funciona neste sentido, temos que ter consciência de tudo aquilo que podemos fazer e saber como fazer.

Em se tratando de poder da mente e controle sobre situações externas é necessário que entenda primeiro alguns fatores básicos. O primeiro fator, que está cientificamente provado, é que vivemos em um universo feito de energia e que as energias estão conectadas umas às outras. 

Tudo é energia, e o poder que move esta energia é nossa consciência sobre ele. 

Quando temos consciência deste fato sabemos que tudo se torna uma grande e única coisa. O que determina uma quantidade maior ou menor de energia (coisas) na vida de cada um são nossas emoções. Não entrarei mais profundamente na “metafísica” destas conexões, falarei agora sobre atitudes que “movimentam” a energia a seu favor para mudar qualquer situação.

Ok, se você tem à sua frente um problema e não sabe como resolvê-lo, pois conscientemente não consegue enxergar alguma solução, o que fazer?

Você deve em primeiro lugar se concentrar única e exclusivamente no seu momento presente. Deve literalmente parar de pensar no “como” (que implica em ficar mentalizando algo para acontecer depois) e fazer somente o que puder no momento. Isso fará você parar de colocar emoção (emoção é energia de ação e manifestação) em algo que ainda não aconteceu e se concentrar em algo que tem no momento. Caso não tenha nada, pare, leia algo, medite, cante, limpe o chão. Faça qualquer outra coisa que o faça concentrar-se 100% no momento presente.

E a segunda coisa a fazer é manter um sentimento de que “ficará tudo bem”, um sentimento de aceitação e ao mesmo tempo de agradecimento por uma solução que irá aparecer. Ajuda muito você imaginar o problema solucionado no futuro, por exemplo, se tem uma conta a vencer e ainda não tem dinheiro para pagá-la, imagine-se dois dias depois da data de vencimento feliz e com a conta paga, só isso!

Temos o poder de manipular nossos sentimentos. Quando manipulamos nossos sentimentos podemos realizar verdadeiras manifestações em nossa vida!

Cumpriu suas metas em 2012?



Ano passado provavelmente você, como muitas outras pessoas fazem, desejou e prometeu a si mesmo uma porção de coisas para o ano de 2012, certo?
 
Bem, já estamos quase no final do ano e aposto que sua vida está praticamente na mesma. Isso é tão comum que poderia até virar um objeto de estudo. Porque as pessoas não conseguem sair do lugar de onde estão para chegar onde desejam?

Em primeiro lugar, onde estão é considerada a zona de conforto. Isso significa que todos os fatores que fazem você ficar onde está são confortáveis, conhecidos e por isso você se sente seguro. Você prefere estar em um lugar conhecido e passar necessidades do que ir de encontro a algo desconhecido e incerto.

Tenho uma má notícia para você, daqui a um ano você estará no mesmo lugar, com somente uma diferença: estará um ano mais velho e duas vezes mais frustrado!

Se quiser fazer mudanças valiosas em sua vida precisa entender que é preciso fazer mudanças em relação a COMO faz as coisas. Você não conseguirá obter um resultado diferente se ainda estiver fazendo as coisas da mesma forma. Isso seria impossível!

Então mude a forma como faz as coisas no dia a dia. Em PNL temos alguns princípios básicos para entender como nosso cérebro processa informações e como fazer para mudar estes programas.
Quando mudamos esses programas, mudamos os resultados que vemos em nossa vida. Então uma dica básica é começar a fazer as coisas de forma diferente. Utilize caminhos diferentes para ir para o trabalho. Sente-se em lugares diferentes. Coma coisas diferentes. Experimente sensações diferentes. Por quê? Porque fazendo assim você abrirá caminhos para novas possibilidades e entrará em programações diferentes. Aprender como fazer as coisas de forma diferente abrirá caminhos e facilitará sua vida em todos os sentidos.

Agora, o que fazer com o seu projeto não cumprido para 2012? É só parar para pensar em tudo o que deveria ter feito e não fez e colocar em prática no dia a dia. Você desejou ter feito certa coisa, mas não moveu uma palha em direção a este objetivo? Continuou com o velho programa? Então é simples, faça algo diferente do que faz no seu dia a dia que resultará em certa quantidade de tempo na realização do seu desejo. Não existem milagres, somente estratégia! Seu vizinho conseguiu coisas? Pense naquilo tudo que ele fez de diferente de você!

Boa sorte!

Como o trabalho radiônico funciona?




No trabalho radiônico que realizo diariamente acontece duas coisas: Quando o pêndulo move energia provoca a transformação das energias que refletem nos acontecimentos da vida daqueles que estou tratando. Ao mesmo tempo que eu vejo (pois sou clarividente etc) como anda a energia da pessoa, como estão as coisas, e assim eu percebo aquilo que eu tenho que dizer para a pessoa mudar (sim, a pessoa precisa participar no processo de transformação).

Em casos mais complicados, energias estagnadas por muito tempo por exemplo, essas mudanças levam um tempo pois dia a dia é preciso ir mudando um pouco, é um processo lendo mas muito valioso, pois as mudanças realmente acontecem, primeiro na mente da  pessoa, depois nas coisas externas.

Costumo escrever para as pessoas (clientes) quando vejo algo de diferente ou quando preciso dizer para a pessoa fazer algo durante o tratamento, caso contrário não escrevo, mas continuo fazendo o meu trabalho.

Arolo-Tifar - Técnica terapêutica da Atlântida



por Cristina Longhi jornadasdaalma@gmail.com

O Arolo-tifar utiliza um sistema de comunicação idêntico ao que é usado pelos golfinhos. Segundo estudos científicos realizados com esses animais sabe-se que eles são capazes de enviar e receber informações, através de impulsos energéticos a uma longa distância e identificar situações incomuns, tanto no que diz respeito ao corpo como ao espírito.
Sabe-se de inúmeros casos de golfinhos que ajudaram pessoas em situações de emergência no mar, que foram salvas ou ajudadas por golfinhos, pois eles captam os impulsos energéticos da pessoa em desespero.
Arolo: trata-se de um sistema de identificação energética que permite diagnosticar a CAUSA principal de um problema e tratá-la de uma forma direcionada e específica, diluindo a causa para eliminar os sintomas que ela provoca.
As dificuldades de uma provação e ensinamento cármicos são facilmente identificadas, tornando mais rápida e fácil a sua superação.

O Arolo é um sistema de diagnóstico e tratamento de qualquer disturbio físico e emocional. Pode inclusive auxiliar para avaliar as carências ou excessos de substâncias terapêuticas no organismo, avaliando inclusive sua necessidade ou não.

No Arolo, o ser humano é avaliado sempre em sua totalidade, e nunca apenas pelos sintomas que ele apresenta. O adoecimento de um ser humano é sempre causado pelo seu distanciamento de sua parte divina. O Arolo visa exatamente desfazer esta desarmonia.




O Arolo seria o nível superior da escola de terapias. Em 1989, F.E.Eckard Strohm descobriu esta modalidade de cura e a tornou acessível a todos. A energia do Arolo era utilizada já em Atlântida pelos mestres da cura, os Tifar. Nesta modalidade o terapeuta participa ativamente do processo de cura, pois além de avaliar os sintomas, ele pesquisa a causa que provocou a desarmonia, e irá tratar diretamente a causa do problema. Basicamente a saúde significa a perfeita unidade entre o divino e o humano. Todo o desvio desta premissa provoca uma doença como conseqüência.
No Arolo avaliamos o problema em cinco planos:


Plano Espiritual
Plano Mental
Plano Psíquico
Plano Energético
Plano Físico
Depois de determinar em qual plano de sintomas está a causa geradora, se trata o plano causa. A causa pode ser por falta ou por excesso de energia, assim o terapeuta pode ou canalizar a energia divina que falta ou drenar a energia humana em excesso no paciente. A energia do Arolo propaga diretamente ao corpo energético, tornando assim o tratamento extremamente eficaz.
Através do sistema de diagnóstico do Arolo é possível também fazer uma avaliação das substâncias que o organismo necessita para otimizar a cura, podendo inclusive determinar as dosagens destas substâncias. Uma vez que não é uma modalidade exclusivamente energética, as alternativas através do Arolo são ilimitadas.

Sobre os níveis do curso dentro da organização:

AROLO©® I.
Se conhece o sistema de trabalho do Arolo, o símbolo de ligação ao Arolo, através do qual podemos determinar o plano causa, para posteriormente tratá-lo pela canalização ou drenagem da energia ao paciente.
Através da iniciação, o neófito conhece e vivencia sua ligação com a energia divina curadora dos mestres de Atlântida.

AROLO©® II.
Através da iniciação neste nível se torna possível alterar a estrutura energética dos diferentes planos. São aprendidos os símbolos para limpeza, reforço, harmonização que auxiliam a desfazer bloqueios e apoiar nos processos de aprendizagem. Torna-se possível a avaliação e dosagens de alimentos, substâncias, medicamentos, vitaminas, e muito mais.

AROLO-TIFAR I.©®
O Tifar é o nível de mestre do Arolo. Através da utilização de um conjunto de cristais programados pela metodologia dos mestres de Atlântida, o trabalho se torna mais amplo, mais rápido, mais eficaz e simples. Com o cristal do mestre se torna possível avaliar também o órgão que foi afetado pelo problema. Algumas técnicas adicionais são aprendidas que o participante então passará a utilizar continuamente, como por exemplo a eliminação rápida de uma dor. É estabelecida uma ligação energética entre o terapeuta e seu cristais de Tifar, que recebeu. Os símbolos recebidos, agora usados coloridos, tornam possível o tratamento à distância e a autocura.

AROLO-TIFAR II.©®
O Aluno recebe mais um conjunto de cristais, agora de ametista, que irão intensificar o seu trabalho. Com a ajuda destes cristais, a nossa energia interna purificada permite tratarmos o paciente com a técnica do "Homem de Cristal", em que se identifica suas doenças, bem como utilizar medicamentos energéticos (sem efeito colateral) da farmacopéia cósmica universal. Ainda pode-se efetuar a programação mental do paciente, para romper apegos que ele deseja e permite. Aqui o participante realmente percebe as potencialidades ilimitadas que o Arolo-Tifar oferece. Dependendo de seu desempenho no trabalho do Arolo-Tifar, poderá ganhar o direito de ensinar Arolo nos dois primeiros níveis, desde que aprovado no exame escrito e oral.



Christina Longhi é terapeuta, e instrutora especializada nessa técnica.  


Para tratamentos a distancia ou cursos é só me contatar: jornadasdaalma@gmail.com 

O vácuo que sente-se na mudança entre duas coisas


Mudanças são necessárias e muito saudáveis em nossa vida. Chega um momento em que a única coisa que sentimos é que o que estamos fazendo no momento não tem mais nada a ver com aquilo que nos tornamos ou com aquilo que realmente queremos.  Passamos a nos sentir inquietos com esta insatisfação, é um momento em que este sentimento é tão forte e não  conseguimos escondê-lo de nós mesmos.
Então decidimos mudar.  E mudar exige uma passagem  entre aquilo que estamos deixando para trás e o novo que queremos acolher. Entre estas duas coisas existe o que chamo de vácuo. Muitas vezes esta sensação traz sentimentos de incerteza e medo em relação a escolha certa. Como lidar com isso? Como aliviar este sintoma?
Bem, é preciso que entenda que é um processo totalmente necessário “esvaziar” o copo para que ele encha-se novamente com algo diferente. Tudo aquilo que não conhecemos inteiramente ainda traz uma sensação de incerteza. Aquilo que não conhecemos é tido como algo sem controle, a sensação de que não temos este controle traz o medo.
A melhor coisa que tem a fazer quando estiver neste momento de vácuo entre duas coisas é tentar definir do melhor modo possível aquilo que você quer. Ajuda fazer uma lista daquilo que não quer de jeito nenhum novamente em sua vida. É necessário ser forte neste momento para não aceitar coisas que sejam totalmente contrárias aquilo que deseja. Vale a pena ir pulando de galho em galho até chegar onde deseja, desde que esteja indo na direção certa, fazendo algo que levará você onde deseja, em vez de caminhar na direção contrária e ficar cada vez mais distante do seu desejo.
Outra sensação que é bastante comum é quando você se sente perdido sem saber o que fazer. Você não tem mais seu afazer anterior e nada começou a acontecer daquilo que você deseja. Neste momento pode passar a duvidar se tomou a atitude certa.
Bem,  todos estes sentimentos são comuns. Fora o foco que eu disse anteriormente naquilo que você quer, é importante se colocar a caminho. É importante também pensar positivamente a respeito de sua decisão. Lembre a si mesmo que tomou esta decisão com a intenção de sentir-se melhor e que em breve conseguirá aquilo que deseja.
A coragem para a mudança você já teve, agora é só esperar corajosamente para que a mudança se complete. Fique longe da opinião dos outros e mantenha-se no caminho de seu desejo com confiança.