Arolo-Tifar - Técnica terapêutica da Atlântida



por Cristina Longhi jornadasdaalma@gmail.com

O Arolo-tifar utiliza um sistema de comunicação idêntico ao que é usado pelos golfinhos. Segundo estudos científicos realizados com esses animais sabe-se que eles são capazes de enviar e receber informações, através de impulsos energéticos a uma longa distância e identificar situações incomuns, tanto no que diz respeito ao corpo como ao espírito.
Sabe-se de inúmeros casos de golfinhos que ajudaram pessoas em situações de emergência no mar, que foram salvas ou ajudadas por golfinhos, pois eles captam os impulsos energéticos da pessoa em desespero.
Arolo: trata-se de um sistema de identificação energética que permite diagnosticar a CAUSA principal de um problema e tratá-la de uma forma direcionada e específica, diluindo a causa para eliminar os sintomas que ela provoca.
As dificuldades de uma provação e ensinamento cármicos são facilmente identificadas, tornando mais rápida e fácil a sua superação.

O Arolo é um sistema de diagnóstico e tratamento de qualquer disturbio físico e emocional. Pode inclusive auxiliar para avaliar as carências ou excessos de substâncias terapêuticas no organismo, avaliando inclusive sua necessidade ou não.

No Arolo, o ser humano é avaliado sempre em sua totalidade, e nunca apenas pelos sintomas que ele apresenta. O adoecimento de um ser humano é sempre causado pelo seu distanciamento de sua parte divina. O Arolo visa exatamente desfazer esta desarmonia.




O Arolo seria o nível superior da escola de terapias. Em 1989, F.E.Eckard Strohm descobriu esta modalidade de cura e a tornou acessível a todos. A energia do Arolo era utilizada já em Atlântida pelos mestres da cura, os Tifar. Nesta modalidade o terapeuta participa ativamente do processo de cura, pois além de avaliar os sintomas, ele pesquisa a causa que provocou a desarmonia, e irá tratar diretamente a causa do problema. Basicamente a saúde significa a perfeita unidade entre o divino e o humano. Todo o desvio desta premissa provoca uma doença como conseqüência.
No Arolo avaliamos o problema em cinco planos:


Plano Espiritual
Plano Mental
Plano Psíquico
Plano Energético
Plano Físico
Depois de determinar em qual plano de sintomas está a causa geradora, se trata o plano causa. A causa pode ser por falta ou por excesso de energia, assim o terapeuta pode ou canalizar a energia divina que falta ou drenar a energia humana em excesso no paciente. A energia do Arolo propaga diretamente ao corpo energético, tornando assim o tratamento extremamente eficaz.
Através do sistema de diagnóstico do Arolo é possível também fazer uma avaliação das substâncias que o organismo necessita para otimizar a cura, podendo inclusive determinar as dosagens destas substâncias. Uma vez que não é uma modalidade exclusivamente energética, as alternativas através do Arolo são ilimitadas.

Sobre os níveis do curso dentro da organização:

AROLO©® I.
Se conhece o sistema de trabalho do Arolo, o símbolo de ligação ao Arolo, através do qual podemos determinar o plano causa, para posteriormente tratá-lo pela canalização ou drenagem da energia ao paciente.
Através da iniciação, o neófito conhece e vivencia sua ligação com a energia divina curadora dos mestres de Atlântida.

AROLO©® II.
Através da iniciação neste nível se torna possível alterar a estrutura energética dos diferentes planos. São aprendidos os símbolos para limpeza, reforço, harmonização que auxiliam a desfazer bloqueios e apoiar nos processos de aprendizagem. Torna-se possível a avaliação e dosagens de alimentos, substâncias, medicamentos, vitaminas, e muito mais.

AROLO-TIFAR I.©®
O Tifar é o nível de mestre do Arolo. Através da utilização de um conjunto de cristais programados pela metodologia dos mestres de Atlântida, o trabalho se torna mais amplo, mais rápido, mais eficaz e simples. Com o cristal do mestre se torna possível avaliar também o órgão que foi afetado pelo problema. Algumas técnicas adicionais são aprendidas que o participante então passará a utilizar continuamente, como por exemplo a eliminação rápida de uma dor. É estabelecida uma ligação energética entre o terapeuta e seu cristais de Tifar, que recebeu. Os símbolos recebidos, agora usados coloridos, tornam possível o tratamento à distância e a autocura.

AROLO-TIFAR II.©®
O Aluno recebe mais um conjunto de cristais, agora de ametista, que irão intensificar o seu trabalho. Com a ajuda destes cristais, a nossa energia interna purificada permite tratarmos o paciente com a técnica do "Homem de Cristal", em que se identifica suas doenças, bem como utilizar medicamentos energéticos (sem efeito colateral) da farmacopéia cósmica universal. Ainda pode-se efetuar a programação mental do paciente, para romper apegos que ele deseja e permite. Aqui o participante realmente percebe as potencialidades ilimitadas que o Arolo-Tifar oferece. Dependendo de seu desempenho no trabalho do Arolo-Tifar, poderá ganhar o direito de ensinar Arolo nos dois primeiros níveis, desde que aprovado no exame escrito e oral.



Christina Longhi é terapeuta, e instrutora especializada nessa técnica.  


Para tratamentos a distancia ou cursos é só me contatar: jornadasdaalma@gmail.com